sábado, 10 de março de 2012

Rotina do "Coordenador Pedagógico" - Allisson Ruy dos Santos Tomé.

HORÁRIO DE TRABALHO


COORDENADOR PEDAGÓGICO: Allisson Ruy dos Santos Tomé


LOCAIS: EMEIF José Pereira de Queiroz
                EMEIF Agrimar Peixoto
               EMEIF João Cesário



TERÇA - FEIRA
MANHÃ: 07h00min às 11h00min - EMEIF José Pereira de Queiroz
TERÇA - FEIRA
TARDE: 13h00min às 17h000min - EMEIF Agrimar Peixoto
                                                        
QUINTA - FEIRA
MANHÃ: 07h00min às 11h00min - EMEIF Agrimar Peixoto
                                                          EMEIF João Cesário
QUINTA - FEIRA
TARDE: 13h00min às 17h000min - EMEIF José Pereira de Queiroz













Allisson Ruy dos Santos Tomé

Coordenador pedagógico





Poço Dantas/PB, 06 de março de  2012.


ROTINA DE TRABALHO DO COORDENADOR PEDAGÓGICO


COORDENADOR PEDAGÓGICO: Allisson Ruy dos Santos Tomé

LOCAIS: EMEIF José Pereira de Queiroz
                EMEIF Agrimar Peixoto
               EMEIF João Cesário


1
Elaboração do planejamento anual
2
Participação nas reuniões administrativas
3
Orientação em conjunto e individual
4
Auxílio e vistoria nas avaliações
5
Acompanhamento e avaliação dos planos
6
Participação nas reuniões de Pais e Professores
7
Orientação, acompanhamento e auxílio aos alunos
8
Reuniões pedagógicas
9
Assistência à direção em assuntos pedagógicos e em atividades cívicas e sociais
10
Diálogos individuais
11
Conversas informais
12
Estudos, pesquisas e seleção de conteúdos
13
Orientação e acompanhamento no preenchimento dos diários de classe
14
Identificação das prioridades de cada turma
15
Observação e assistência contínua





Allisson Ruy dos Santos Tomé

Coordenador pedagógico




Poço Dantas/PB, 06 de março de  2012.



Plano de Ação da "Coordenação Pedagógica”.  

 

 INTRODUÇÃO

A maneira como o coordenador pedagógico estabelece suas práticas vinculadas a um trabalho pautado na inter-relação entre aluno-professor-coordenador pedagógico, aliada a uma dinâmica ativa e coerente constituiu-se num resultado cujas linhas norteadoras apresentarão argumentos necessários para um desenvolvimento eficaz em todo fazer pedagógico da instituição.

JUSTIFICATIVA

O conjunto de formas que visam o desenvolvimento do processo didático e do conhecimento que se ensina, aprende e (re)constrói na escola, requer do Coordenador Pedagógico atitudes que influenciem hábitos de estudos, leituras e debates coletivos, costumes esses que articulados com o conhecimento cientifico, fixam bases, encaminhamentos e concepções do ato educativo de ensinar e aprender, caracterizando assim o perfil adequado da escola e do conhecimento que deve ser abordado. Portanto, a função e/ou a “missão” do Coordenador Pedagógico, requer dele, uma visão apurada dos fundamentos, princípios e conceitos do processo didático. Tornando possível o desenvolvimento do currículo da escola, garantindo eficiência e desempenho do trabalho didático-pedagógico e, sobretudo, galgando melhoria da qualidade do processo de ensino-aprendizagem.
Este Plano tem como principal função orientar e avaliar todas as atividades que permeiam a instituição escolar, dinamizando, facilitando e esclarecendo a atuação da coordenação pedagógica, junto à comunidade escolar.


 OBJETIVO GERAL

Desenvolver e estabelecer atitudes conscientes visando traduzir o novo processo pedagógico em curso na sociedade, efetivando ações que garantam e construa alternativas que valorizem a educação e que ela cumpra efetivamente seu papel a serviço do desenvolvimento de relações democráticas, proporcionando a comunidade escolar uma educação de qualidade e formando formar cidadãos críticos e sabedores de seus direitos e deveres.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS

         Participação ativa da elaboração, execução e avaliação do Projeto Político Pedagógico da unidade escolar na qual está inserido;
         Orientar e acompanhar a seleção e adoção do material pedagógico juntamente com o corpo docente da unidade escolar;
         Planejar, juntamente com cada docente, as atividades e avaliações dos processos de ensino e aprendizagem;
         Analisar periodicamente os resultados dos processos pedagógicos e sugerir alternativas para sua adequação;
         Coordenar a elaboração e aplicação de Planos de Aula e de Projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão;
          Planejar e coordenar as reuniões de caráter pedagógico;
         Elaborar e programar os horários de aula, projetos e demais atividades curriculares e extracurriculares;
         Discutir, elaborar e intervir nos processos de prática docente e aproveitamento escolar;
         Analisar os documentos de alunos recebidos por transferência (histórico escolar, ementas, fichas individuais) para as avaliações e adequações necessárias;
         Elaborar e coordenar programas de adaptação e dependência de alunos, bem como aproveitamento de estudos e os estudos de recuperação;

ATIVIDADES

         Elaboração do planejamento anual;
         Participação nas reuniões administrativas;
         Reuniões para elaboração dos planos;
         Orientação em conjunto e individual;
         Auxílio e vistoria nas avaliações;
         Acompanhamento e avaliação dos planos;
         Participação nas reuniões de Pais e Professores;
         Orientação, acompanhamento e auxílio aos alunos;
         Reuniões pedagógicas;
         Assistência à direção em assuntos pedagógicos e em atividades cívicas e sociais;
                      Observação e assistência contínua;
         Diálogos individuais;
         Conversas informais;
         Estudos, pesquisas e seleção de conteúdos;
         Orientação e acompanhamento no preenchimento dos diários de classe;
         Identificação das prioridades de cada turma;


 METODOLOGIA DE TRABALHO

O método de trabalho é simples, dinâmico, democrático, cooperador e de acordo com as necessidades apresentadas, colaborando com os professores na procura de meios e fins para melhor aprendizagem e formando um trinômio indispensável: aluno-professor-coordenador, e procurando a Filosofia Educacional como forma de organização para atingir os objetivos e procurando obter adesão e colaboração de todos os elementos, desenvolvendo assim, um verdadeiro trabalho de equipe.

 AVALIAÇÃO

         A avaliação consiste num trabalho progressivo e cooperativo entre a direção, coordenação pedagógica e o corpo docente, integrados na diagnose dos problemas que interferem no processo ensino-aprendizagem, para dar-lhe solução adequada.
                               Esta avaliação contínua e progressiva será feita através de;
         Análise do plano elaborado, para verificar se os objetivos foram alcançados;
         Observação direta e indireta de todas as atividades desenvolvidas;
         Visitas, Conversas, Fichas de acompanhamento; Levantamentos estatísticos;
         Reflexão e conclusão, Análise dos dados coletados.




 PERÍODO DE EXECUÇÃO

Durante todo ano letivo de 2011.



 CONCLUSÃO

A efetivação dos objetivos deste plano, a melhoria do processo ensino-aprendizagem e o processo dos alunos não dependem somente da atuação do coordenador Pedagógico, mas também, de todo o corpo docente, funcionários e dos responsáveis pelos alunos desta instituição.
Sendo assim, faz-se necessário unir forças e responsabilidades a fim de fortalecermos os laços de afetividade, respeito e confiança para que todos se sintam Sujeito dentro do processo educativo.

Um comentário:

  1. Prezado Professor,

    Faço a divulgação destes livros sobre Pedagogia na expectativa de que algum lhe possa interessar. Agradecia que fizesse a divulgação pelos seus contactos. MUITO OBRIGADO.

    O verdadeiro educador aprende ao ensinar e ensina enquanto aprende (Paulo Freire).

    - 50 Técnicas de Avaliação Formativa, José Lopes & Helena Silva, Lidel, Edições Técnicas, Lda, 2012
    http://www.fca.pt/lidel_index2.html
    - O Professor faz a Diferença. Na aprendizagem dos alunos. Na realização escolar dos alunos. No sucesso dos alunos. José Lopes & Helena Silva, Lidel, Edições Técnicas, Lda, 2010
    http://www.fca.pt/lidel_index2.html
    - A aprendizagem cooperativa na sala de aula. Um guia prático para o professor. José Lopes & Helena Silva, Lidel, Edições Técnicas, Lda, 2009
    http://www.fca.pt/lidel_index2.html

    - Métodos de aprendizagem cooperativa para o jardim-de-infância (Educação Infantil). Um guia prático com actividades para os Educadores de Infância e para os Pais. José Lopes & Helena Silva, Areal Editores, 2008.
    http://www.wook.pt/ficha/metodos-de-aprendizagem-cooperativa-para-o-jardim-de-infancia/a/id/1430210
    Podem ser adquiridos na Livraria Saraiva - http://www.livrariasaraiva.com.br; zambonibooks@terra.com.br; Livraria Cultura: http://www.livrariacultura.com.br
    Com os melhores cumprimentos,
    José Lopes jlopes@utad.pt
    Professor associado de psicologia da educação e da aprendizagem
    Departamento de Educação e Psicologia
    Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
    Vila Real
    PORTUGAL

    Helena Silva helsilva@utad.pt
    Professora associada de metodologia de ensino das ciências
    Departamento de Educação e Psicologia
    Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
    Vila Real
    PORTUGAL

    ResponderExcluir